Crassula

Saiba mais sobre a Crassula expansa e como cultivá-la

Muita gente não sabe, mas a Crassula é uma suculenta. Ela não mede mais do que 10 centímetros e suas folhas são menores que unhas (aproximadamente 3 milímetros). Originária da África, essa planta tem as folhas recobertas de tricomas, esses pequenos pelinhos que protegem contra a perda de água e o caule é marrom avermelhado podendo sair raízes dele.

A floração acontece de novembro a janeiro e as flores costumam ser brancas, para que isso aconteceça, essa planta precisa de pelo menos 4 horas de incidência solar, preferencialmente no começo do dia ou ao entardecer. Também precisa de um solo bem drenado e fértil, ou seja, não pode haver acúmulo de água nas raízes. Para aguar, espere o solo secar totalmente e então molhe abundantemente – não molhe as folhas. No inverno as regas deverão ser espaçadas para evitar apodrecimentos.

Porém, ela é uma das suculentas que podem ser cultivadas em vasos dentro de casa, lembre-se de misturar areia com terra vegetal adubada em partes iguais para usar como substrato. Coloque no fundo do vaso pedras e areia para que a drenagem ocorra melhor – aconselhável usar vaso com furo para prevenir contra afogamento das raízes. Essa espécie tem um crescimento moderado a rápido, então talvez você tenha que trocar o vaso a cada ano.

No habitat natural é encontrada em solos rochosos, nos bolsões de solo fértil que se formam entre as rochas que também proporcionam sombras. Na jardinagem é usada para cobrir o solo, como uma forrageira que não precisa de luz direta. Tolera solos arenosos e luz solar forte. Para fazer brotos, é só cortar pequenas porções da planta e colocar sobre a terra. Em 15 a 30 dias as raízes começam a aparecer. Adubação preferencialmente orgânica, aqui nesse link você encontra um dos melhores.

 

Posted in Cultivo, Raio-X da Planta, Suculentas, Tudo Sobre Plantas and tagged , , , , , , , , , , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *