top of page

Borra de café nas plantas?

Será que é bom mesmo colocar borra de café nas plantas?

borra de. café

Aqui eu vou passar algumas informações sobre o uso de borra de café nas plantas e como usar. Não é do jeito que está amplamente divulgado na internet, acredite!


borra de. café

O que a gente vê por aí na internet é um pessoal colocando uma quantidade grande de borra de café (aquele pó que sobra depois de fazer o café). as vezes, todo o conteúdo do filtro num vasinho.


Essa não é a maneira correta de aplicar. A borra de café se usada em grandes quantidades pode ser tóxica para as plantas e atrapalhar o crescimento e enraizamento.

Por outro lado, quando usada na quantidade correta pode ser muito vantajoso. Pode aumentar a quantidade de clorofila nas folhas, ajuda no crescimento de raízes e pode aumentar a quantidade de antioxidante e qualidade das plantas.



Mas como usar?


Os estudos indicam que o uso deve ser entre 2,5 a 5% do volume total do substrato. Se pensarmos num vasinho pequeno, isso equivale a uma colher de café. Ou seja, bem pouquinho.


Lembrando que deve ser aplicado duas vezes ao ano.


Se você tiver muita borra de café, a melhor opção é compostar o resto. Se for armazenar, o faça com a borra bem seca para não mofar.


borra de café

Ainda preciso de ajuda!

Se você ainda está com muita dificuldade para entender como é a luminosidade da sua casa, você pode marcar uma consultoria comigo. A consultoria pode ser agendada aqui no site mesmo ou por WhatsApp (11 93750 3135).

Se preferir um material tipo um manual, eu também tenho. Basta clicar aqui.


Referências:

Eu sei que as referências não estão dentro das normas ABNT, mas é só pra você poder pesquisar os artigos e ler.


CIESIELCZUK, Tomasz et al. Acute toxicity of experimental fertilizers made of spent coffee grounds. Waste and Biomass Valorization, v. 9, n. 11, p. 2157-2164, 2018.


CRUZ, Rebeca et al. Antioxidant activity and bioactive compounds of lettuce improved by espresso coffee residues. Food chemistry, v. 145, p. 95-101, 2014.


Cruz, R., Morais, S., Mendes, E., Pereira, J. A., Baptista, P., & Casal, S. (2014). Improvement of vegetables elemental quality by espresso coffee residues. Food Chemistry, 148, 294–299.


Cruz, R., Mendes, E., Torrinha, Á., Morais, S., Pereira, J. A., Baptista, P., & Casal, S. (2015). Revalorization of spent coffee residues by a direct agronomic approach. Food Research International, 73, 190–196.


HARDGROVE, Sarah J.; LIVESLEY, Stephen J. Applying spent coffee grounds directly to urban agriculture soils greatly reduces plant growth. Urban forestry & urban greening, v. 18, p. 1-8, 2016.


McNutt, J. (2019). Spent coffee grounds: A review on current utilization. Journal of industrial and engineering chemistry, 71, 78-88.


Fenoll J, Garrido I, Hellín P, Flores P, Vela N, Navarro S. Use of different organic wastes in reducing the potential leaching of propanil, isoxaben, cadusafos and pencycuron through the soil. J Environ Sci Health B. 2014;49(8):601-8. doi: 10.1080/03601234.2014.911581. PMID: 24901963.



14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page